Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007

2

FACULDADE CÁSPER LÍBERO
Jornalismo Especializado I
Professor Jefferson Del Rios
Aluna: Crystiana Vilas Boas – 3º JO C
13/12/06



LIRISMO LUSITANO


“Embarco na chegada
Por onde eu estou
Sei que fico por aqui
Por aí
Todos os lados do mar
E se quiser
Posso ir e voltar, de ir, e vir”...

A letra de “A cor do ar”, composta pela cantora Eugénia Melo e Castro, revela um pouco da longa carreira multimídia dessa artista portuguesa que já se aventurou no teatro, na dança, em produções culturais e na apresentação de programas televisivos.
Filha de um casal de escritores, Maria Alberta Menéres e E. M. de Melo e Castro, Eugénia deixou a Covilhã, Portugal, onde nasceu, para iniciar seus estudos de artes, canto e piano em Lisboa. Mais tarde, em Londres, também estudou cinema e fotografia. Preferiu fixar-se na música, e hoje, Eugénia MC, como prefere ser chamada, completa 25 anos de carreira como cantora. Suas belíssimas interpretações talvez sejam fruto do talento que adquiriu como atriz.
Entre muitos discos gravados, em estúdio e ao vivo, a artista veio ao Brasil em 1981 convidar músicos brasileiros, entre eles Wagner Tiso, para gravar “Terra de Mel”, e a partir de então, desenvolveu uma forte ligação com as influências musicais brasileiras, tanto que já se apresentou e compôs ao lado de nomes como Tom Jobim, Caetano Veloso, Francis Hime, Celso Gonzaguinha, Ney Matogrosso, Milton Nascimento, Chico Buarque, Jorge Bem Jor, entre outros.
O último CD de Eugénia, intitulado “Desconstrução”, representa bem a maturidade musical da artista e os laços estreitos dela com a música brasileira. O sotaque lusitano e a formação da cantora são elementos que compõem a ousadia de Eugénia ao fazer uma intervenção na obra de um dos maiores e mais conceituados compositores brasileiros, Chico Buarque. Para isso, contou com a participação especial de outro grande nome da música nacional, Adriana Calcanhoto.
No repertório, músicas de Chico Buarque que não são tão conhecidas do grande público. Entre elas estão “Basta um Dia”, “Acalanto”, “Trapaças”, “Injuriado”, “Bem Querer” e “A Mais Bonita”. O projeto é uma continuidade da artista lusitana com o produtor brasileiro Eduardo Queiróz.
Se por um lado a música de Eugénia está longe de figurar na lista das mais pedidas no dial das rádios FMs do Brasil, ela demonstra já ter conseguido cativar o gosto e o respeito de nomes importantes. E parece ter conseguido iniciar um caminho vitorioso no quesito vendas, pois, no Natal do ano passado, o CD “Desconstrução” figurou entre os três mais vendidos na lista de uma rede nacional de lojas de música na categoria world music.
Em outubro deste ano, a cantora gravou uma obra luso-brasileira. Trata-se da gravação de um DVD, realizada no Brasil, comemorativo aos 25 anos do lançamento do disco “Terra de Mel”, citado anteriormente. A estréia será no início de 2007, nos países que a aplaudem, Brasil e Portugal.
Para provar que o cenário musical de Portugal é muito mais do que o fado, o DVD deverá consolidar definitivamente o nome de Eugénia no hall de artistas estrangeiros que conquistaram os ouvidos dos brasileiros.

Publicado por Eugénia Melo e Castro às 19:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO