Segunda-feira, 15 de Maio de 2006

Bate - Papo

Bate-papo UOL com Eugénia Melo e Castro: A cantora e compositora portuguesa falou sobre as apresentações que fará no Brasil. Participaram do Bate-papo 148 pessoas. Este bate-papo aconteceu 26/03/2003, às 18h00


(18:06:41) Jarod fala para Eugénia Melo e Castro: Pretender fazer turné aqui de quanto tempo? (18:10:11) Eugénia Melo e Castro: Jarod, eu fiz uma turnê grande ano passado por São Paulo. Este ano, voltei a cantar no Supremo Musical, mas mais pra frente vou estar com um novo show. Para quem ainda quer me ver nestas últimas apresentações, estarei no Supremo Musical amanhã, para uma última apresentação. Estarei trabalhando muito o disco "Paz", e quando voltar, farei muitas apresentações das músicas que estão neste disco.


(18:10:13) Anna fala para Eugénia Melo e Castro: Quais os compositores brasileiros de sua preferência? (18:12:16) Eugênia Melo e Castro: Anna, compositores brasileiros que mais gosto são: Chico Buarque, que considero um dos maiores poetas brasileiros, e sou da "velha guarda" da música brasileira, como Caetano, Gil... E também destaque a nova geração: Bebel Gilberto, Cazuza, Marisa Monte, Adriana Calcanhoto. Tirando a "bregalhada" da música brasileira, o Brasil é um dos países que mais produz música. Não sei se vocês sabem, a música é cartão de visita do Brasil na Europa.


(18:12:28) DENIS_SP fala para Eugénia Melo e Castro: De que lugar de Portugal vc é? Sou português de Macedo de Cavaleiros (18:17:28) Eugénia Melo e Castro: DENIS, Sou da Serra!! É o ponto mais alto de Portugal. Este é um dos pouco lugares que nevam em Portugal. Fica perto de Coimbra, quase na Espanha, para você se localizar.


(18:13:56) MILA fala para Eugénia Melo e Castro: gostaria de saber de vc , quando começou a cantar e se suas composições começaram a ser feitas desde a adolescencia (18:22:34) Eugénia Melo e Castro: MILA, eu comecei desde sempre... Desde criança! As pessoas dizem que desde bem pequena eu falava que queria ser cantora. Na minha família, todos era ligados à música. Meus avós eram músicos e meu pai é um grande poeta. A vontade de ser cantora começou assim. O mais engraçado, é que quando era criança, minha irmã era a estrela das festas em família... Ela era que cantava para os outros. Minha família só veio a descobrir esta faceta quando apareci com um disco gravado em casa.


(18:18:37) MILA fala para Eugénia Melo e Castro: o q vc acha da musica brasileira? (18:24:16) Eugénia Melo e Castro: Mila, a MPB é a junção perfeita entre originalidade, criatividade, melodia e ritmo! Tudo!! Os artistas brasileiros tem uma imensa capacidade de captar tudo o que está acontecendo e transformar isso em música. O Brasil é um país com uma musicalidade imcomparável.


(18:23:14) Anna fala para Eugénia Melo e Castro: O fado ainda representa Portugal, assim como o samba representa o Brasil? (18:26:58) Eugénia Melo e Castro: Anna, sim!! Sem dúvida. Tivemos um período em que o fado foi restringido em Portugal. O Fado é um lamento, um estado de espírito e muito baseado nas música árabes e flamencas. O Fado está ressurgindo em Portugal na voz de grupos novos. Gente que está aparecendo na música portuguesa cantando Fado. Acho que tudo é cíclico.


(18:26:48) Anna fala para Eugénia Melo e Castro: O povo português ouve música brasileira?? (18:30:15) Eugénia Melo e Castro: Anna, toca nas rádios portuguesas, para você ter idéia. Em Portugal existe uma lei que exige que 50% da programação das rádios e TVs seja de produção nacional. Mas as rádios menores não respeitam muito isso e veiculam bastante música brasileira por lá. Porém, existe todo um monopólio das grandes gravadoras que controla todo mundo. A gente tem de aturar aquelas playlists das multinacionais.


18:29:35) Azazel pergunta para Eugénia Melo e Castro: Olhando pela óptica melódica , você dá mais valor para canções harmonicamente mais complexas, com arranjos quase que parnasianos, ou a construção melodica mais simples ? Qual das duas sinteses melódicas atingem mellhor o sentimento do ouvinte ? (18:33:14) Eugénia Melo e Castro: Azazel, tudo depende muito da interpretação. Quando a melodia está bem carregada, é preciso uma interpretação leve, e vice-versa. Particularmente, eu gosto de tudo, desde as canções bem simples, quase infantis às músicas cujas melodias são bem complexas. Minha vida é música e eu gosto de tudo. Porém, quem ouve prefere um balanço entre melodia complexas e interpretãções leves, mas isso não é uma regra. Vou dar um exemplo: lancei em Portugal um disco em homenagem a Vinícius de Moraes e para fazer este disco eu não escolhi as canções do Vinícius mais conhecidas, mas sim, o que apresentava uma melodia bem erudita e com interpretação bem cuidada.


(18:34:01) MILA fala para Eugénia Melo e Castro: vc acha as musicas brasileiras parecidas com as portuguesas? (18:35:55) Eugénia Melo e Castro: MILA, hoje não. Mas houve uma época - na década de 50 - em que as música brasileiras em portuguesas eram bem parecidas. Em especial as modinhas da época.


(18:37:20) Azazel pergunta para Eugénia Melo e Castro: Qual a sua opinião sobre a poesia contemporanea, e na sua opinião se deve dar mais valor ao virtusismo, ou a simplicidade da melodia como um todo ? (18:45:17) Eugénia Melo e Castro: Azazel, acho que se deve dar mais importância à simplicidade, mas sem esquecer do valor do virtuosismo. O aprofundamento da coisa que se faz depende destas duas coisas. É importante encontrar um equilíbrio entre as duas coisas. Poesia contemporânea está desabrochando em Portugal com as novas cantoras de Fados, que já falei. Mas isso é na música. Os ecritores portugueses não deixaram de abusar da poesia em Portugal, e mais: está havendo um grande incentivo para que se leia mais em Portugal, e os livros de poesia estão sendo muito bem consumidos.


(18:44:25) MILA fala para Eugénia Melo e Castro: quero te parabenizar pelas suas musicas e dizer que é muito bom saber que ainda existem otimas compositoras no mundo (18:48:16) Eugénia Melo e Castro: Mila, obrigada!! Eu faço música para mim, mas faço isso para todos ouvirem. As vezes pensam que faço um trabalho muito solitário - uma portuguesa que vem mostrar seu trabalho no Brasil, sem ter nenhuma grande empresa por traz... É preciso coragem.


(18:47:13) junior fala para Eugénia Melo e Castro: Vai cantar onde??? (18:49:56) Eugénia Melo e Castro: junior, pra já temos o Supremo Musical em São Paulo. A casa está lotada, e o show começa às 22h. Mas muitas pessoas reservam e não vão. Sendo assim você pode arriscar. Se não conseguir, pode esperar um pouquinho. Em abril eu volto para fazer mais shows no Brasil.


(18:50:17) MILA fala para Eugênia Melo e Castro: gostaria de saber em que vc se inspira para compor? (18:55:08) Eugénia Melo e Castro: MILA, eu não sei... Sei que eu componho de maneira espontânea. Muita coisa depende, as vezes faço a melodia e depois a letra, e as vezes as coisas se invertem. Eu acho que modéstia parte sou um exemplo de teimosia do que há de melhor. Eu me sentia desde sempre atraída pela poesia, pela música e pelo Brasil. Assim, seguir os meus sentimentos e estou lutando pelos meus ideais. A mensagem aqui só pode ser de "PAZ" !

Publicado por Eugénia Melo e Castro às 17:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO