Domingo, 18 de Dezembro de 2005

Entrevista (parte III)

Se ainda não leu a parte I da entrevista, por favor, desça só dois passinhos.

Jonas: E em casa, o que costuma ouvir? Há algum nome que ouça mais? Música portuguesa, algum nome a destacar?

Eugénia: Eu não ouço musica em casa, tinha muito esse hábito, mas hoje em dia prefiro o silêncio. Só escuto música no carro, e quando tenho de saber alguma coisa específica sobre algum grupo ou autor.

 

Jonas: Na sua carreira encontro algumas afinidades com Gal Costa, nomeadamente em temas já interpretados por ambas... é uma das suas referências?

Eugénia: A Gal é uma referência para todos os interessados em MPB, claro, uma referência sempre super importante, e ela é um amor, gosto muito da Gal.

 

Jonas: Em 2004 gravou "Dança da Luz"  disco de releituras e com inéditos para a EDP Brasil, o tema "Nothing really ends" de Tom Barman chegou mesmo a rodar em Portugal, algum plano para a sua edição comercial?
Eugénia: Não, até me esqueci disso, tenho de tratar desse lançamento. Bem lembrado!

 

Jonas: "Desconstrução" Chico Buarque por Eugénia Melo e Castro, agora, que já foi lançado e que já passou algum tempo desde a gravação do mesmo, como o descreve?

Eugénia: Um disco maduro, muito bem gravado e pensado, realizado a 90 % das intenções, eu ainda estou ligada neste Cd, os shows são totalmente sobre esse disco, enfim, estou no meio deste assunto, difícil fazer análises, que aliás detesto fazer, nem análises nem balanços.

 

Jonas: Na 1ª edição (edição especial pela Vivo no Brasil, 2004) o Cd tinha 20 temas, a edição comercial tem 15 músicas, foi difícil a selecção final? Algum tema que "custou" mais a deixar de fora?

Eugénia: Nada fica de fora, vai tudo para o desconstrução 2, o retorno!

 

Jonas: A capa da edição portuguesa é diferente da edição brasileira (concebida pela artista plástica Valéria Costa Pinto) qual prefere?

Eugénia: Prefiro a brasileira, sem a minha foto na capa.

 

Jonas: A digressão de apoio ao Cd já roda no Brasil desde Agosto de 2004, depois de mais de 30 concertos. Para quando as datas nacionais?
Eugénia: Espero que em 2006, espero...

 

Jonas: Da sua discografia constam 2 cds gravados ao vivo, "Ao vivo em S. Paulo" e "Motor da luz". É ao vivo que mais se identifica com o seu trabalho? Ou prefere o estúdio? Eugénia: Adoro gravar ao vivo e em estúdio, é completamente diferente, mas em ambos os casos é muito bom.

 

Jonas: Nos temas apresentados ao vivo nesta digressão, não incluiu nenhum dos seus temas mais simbólicos como "Terra de mel", "Paz" ou " Bem que se quis". Não pensa incluir temas mais antigos nos próximos concertos? Eugénia: NÃOOOOOOOO!!!

Publicado por Eugénia Melo e Castro às 16:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO