Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2005

Recordando Vinicius II

A minha "paixão" por  Eugénia Melo e Castro, começou no dia em que comprei o cd "Canta Vinícius de Moraes". Até então, de MPB apenas ouvia Maria Bethãnia, Adriana Calcanhoto ou Marisa Monte...e desconhecia por completo grande parte dos poetas e cantores do que é agora o meu "mundo musical". Sempre tinha gostado da música da Eugénia, mas por todas as razões ou nenhumas, nunca tinha comprado um disco da cantora. Certo dia ouvi na rádio "Dança da Lua" e pensei para mim- gosto tanto desta voz e não tenho nenhum disco...no dia seguinte comprei os cds  "Amor é cego e vê" e o "Canta Vinícius", apaixonei-me logo, de lá para cá (isto foi apenas em Fevereiro de 2004) comprei toda a sua discografia e fui conhecendo melhor esta Senhora e a sua Arte , pelo caminho conheci também a sua humildade, amizade, simpatia, sentido de humor, enfim, tudo aquilo que a tornou numa das melhores pessoas que já conheci e que me educou o gosto pela melhor música do mundo e seus intérpretes ( Gal, Ney, Tom, Buarque, Vinícius, etc, etc...) Por tudo, mas principalmente pelo ser humano maravilhoso que é, Eugénia o meu Muito Obrigado.

Jonas, 19 de Dezembro 2005

 

FOLHA DE SÃO PAULO  APR 3, 1995

A cantora portuguesa Eugénia Melo e Castro busca as canções mais lentas e tristes da obra do 'poetinha'

LUÍS ANTÔNIO GIRON

O disco "Eugénia Melo e Castro canta Vinicius de Moraes", com a cantora portuguesa de 36 anos, já valeria por conter uma das últimas gravações do maestro Tom Jobim, morto em dezembro de 1994 aos 67 anos. Mas o trabalho traz mais. Eugénia chega ao seu oitavo título com a interpretação consolidada. Os arranjos e os músicos que a acompanham nas 15 faixas pertencem ao último andar da MPB. Cada faixa tem instrumentação diversa. O pianista Wagner Tiso assina 13 arranjos. Os outros são de Paulo Jobim e Egberto Gismonti. "Canção do Amor Demais", com Gismonti . Nas outras faixas, o violonista Marco Pereira e os clarinetistas Paulo Moura e Paulo Sérgio Santos fazem maravilhas de precisão. O efeito é erudito. "Eu Sei Que Vou Te Amar" abre o CD com um prelúdio de piano apoiado num longo pedal a cargo de oito cordas. Eugénia explora os agudos e "rouba" os tempos originais, criando uma tensão entre letra e música. A segunda faixa,"Canta Mais", traz voz e piano de Tom Jobim. Como todo o disco, a música foi gravada em agosto último no estúdio da gravadora no Rio de Janeiro. A sessão emociona. Tom envolve com contraponto cerrado a voz da cantora. Expande os limites harmônicos da composição. Um dos hábitos de Tom era substituir constantemente as traves verticais de suas músicas. A intérprete caçou aves raras na obra do poeta, como "Amor em Lágrimas", com música do compositor erudito Claudio Santoro e "Medo de Amar". Esta, composta só por Vinicius em 1962, não ganhava versão melhor desde Elizeth Cardoso. Eugénia mostra sobriedade, enquanto percorre os largos intervalos com nitidez. O disco ajuda a derrubar a imagem de bonomia do "poetinha". Eugénia troca-a pelo retrato "noir" do vate metafísico. Vinicius ressurge na fantasia do desencantado com a vida e "clown" das paixões.

Disco: Eugénia Melo e Castro canta Vinicius de Moraes

Publicado por Eugénia Melo e Castro às 01:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO