Quarta-feira, 28 de Outubro de 2015

Entrevista sobre o show SereiA Portuguesa e sobre a nova música inédita DEIXEUENTRARNOSAMBAÍ, Samba enredo que encerra o show da SereiA

5 EugÇnia Melo e Castro - Foto MilaMaluhy-1140.J

 


- Qual foi a inspiração deste SAMBA ENREDO novo, desta sua nova PARCERIA INÉDITA , e logo com o ALEMÃO DO CAVACO, o melhor compositor atual da Escola de Samba da MANGUEIRA ?


Eu queria mesmo fazer um Samba Enredo, a letra veio pronta na minha cabeça, ja há pelo menos uns 8 anos. E ficou ali pronta na gaveta, esperando um momento para ser musicada, não poderia ser musicada por um compositor normal, teria de ter a linguagem musical de Samba Enredo, que é muito particular, tem regras próprias. É preciso ser do ramo…… a ideia depois do show é ir ao Rio para gravarmos com a Bateria da Mangueira, com o Alemão do Cavaco, enfim, tipo a sério mesmo com os músicos da Mangueira.......

 

- Porquê a parceria com a escola de samba Mangueira?
Porque é a minha Escola no Brasil, dos meus amigos mais amigos desde o primeiro dia no Brasil, era a  Escola de Samba do Tom Jobim, que até escreveu a musica "Piano na Mangueira", enfim, foi por afinidade, sempre torci pela Mangueira nos desfiles de Carnaval, ja desfilei pela Mangueira na avenida, enfim, muitos anos de Mangueira no coração.

 

- Como foi o processo para finalizar a música com Alemão do Cavaco?
Eu falei nisso de terminar o show da SereiA com o meu samba enredo, que resumia o que eu queria passar para as pessoas. Falei nisso com o diretor da SereiA , o Fernando Cardoso, e o nosso produtor Roberto Monteiro, eles são amigos do ator Ailton Graça, ou seja, foi através do Ailton Graça, foi ele que mandou a letra para o Alemão do Cavaco da Mangueira, que em 8 dias nos devolveu esta maravilha, gravada com ele a cantar e tocar no cavaquinho, uma delicia.

- Porquê você quis misturar fado com samba?

São dois tipos de musica que sempre estiveram misturados, muitos historiadores ja escreveram tratados sobre isso, sobre onde nasceu o fado, e onde nasceu o samba, as raízes possíveis, isso é um tema sem fim……. mas que sempre me interessou muito exactamente por estar sempre confrontada com essas duas influencias musicais. E em ambos os casos existe um ritual de pedir licença ao fado, de pedir licença ao samba, acho isso lindo, era isso que eu queria, o fado pede passagem, na mais alta linhagem, para entrar no samba…... e desfilar na avenida !!


- É a primeira vez que você cria esse "mix” de fado e samba?

Ao longo destes anos todos de trocas e de buscas de interpretação pessoais, sempre usei os dois universos musicais e poéticos. Não sou fadista nem sambista........  mas há sempre muitas influencias, impossível nao absorver as línguagens musicais. Este Samba enredo é um dos resultados de 35 anos a navegar nessas águas mistas…. 26 discos gravados e lançados em Portugal e no Brasil, pode imaginar o que eu já misturei musicalmente e poeticamente…. mas este samba enredo é especial e diferente, é radical e explicito.


- Você tem uma ligação muito forte com a MPB. Como é sua ligação com o samba, especificamente?

Com o Samba nu e cru, muito pouco, mas com a bossa nova, filha do samba, isso sim, cabe mais no meu estilo e nas minhas recriações musicais.

 

- Entre as canções do repertório do seu show, há alguma outra inédita? Ou que nunca foi gravada? Qual?

No show todas as musicas, quer os fados, quer as canções, são todas recriadas por mim, mas não tem musicas inéditas ( tirando o samba - enredo ). Umas são do gosto e do ouvido popular, como o Fado da Açorda, ou o Não vás ao mar Tóino, ou O mar enrola na areia, coisas bem da infância de todos nós. O resto são fados e canções tradicionais portugueses, que eu escolhi a dedo por estarem no imaginário afectico dos brasileiros, e dos portugueses que moram há muito tempo no Brasil. São músicas da época que a musica portuguesa vinha muito ao Brasil passar grandes temporadas, Amália Rodrigues, Francisco Jose, Esther de Abreu, anos 50 e 60, e com muito sucesso popular no Brasil. Algumas ficaram dentro da memória, embora esquecidas, mas sempre lá. Sabia que a Amália Rodriques gravou os seus primeiros 8 discos no Brasil, o primeiro de todos em 1945 ??? no Rio de Janeiro para a editora Continental ??? isso precisa de ser dito !! Foi no Brasil que a Amália começou a sua carreira discográfica !! Tudo isso eu conto no show, coisas sobre grandes portugueses que se destacaram a sério no Brasil no século XX, e não são poucos....... quando terminar os shows publico a lista e explico o que cada um fez !! é sensacional, uma espécie de homenagem a esses portugueses super especiais e importantes no Brasil.

 
- Você traz canções e faz comentários ao longo do espetáculo sobre a cultura de Portugal. Você acha que a cultura portuguesa ainda é pouco difundida no Brasil?

Sim e não, cada vez se sabe mais e melhor sobre o Portugal de agora, contemporâneo, no Brasil, em todas as áreas culturais e empresariais, apenas acho que contar algumas coisas pessoais e específicas sobre Portugal, o meu Portugal, e avivar a memórias das pessoas que gostam de Portugal, é importante, é interessante, eu gosto de contar histórias sobre tudo o que é bom em Portugal. Nunca é demais. Sempre falei muito mais de Portugal nas minhas entrevistas, do que do meu trabalho específico, a curiosidade desperta-se por uma resposta diferente e que pode levar a muitas outras perguntas, e isso é bom, é estimulante.


- E você comenta também muitas memórias sua relacionadas à grandes nomes da música brasileira. Quem e porque ??


Tom Jobim, Caetano Veloso, Ney Matogrosso, Vinícius de Moraes, Dorival Caymmi , Helena Jobim Edu Lobo e Chico Buarque, são os nomes de artistas brasileiros que eu cito por terem referencias com as histórias que vou contando ao longo do espectáculo, algumas vividas comigo, outras que ouvi dentro do tema REZA A LENDA … mas nos shows sempre é imprevisível, pois eu poderia ficar 3 horas apenas a contar historias super divertidas e verdadeiras, que eu vivi, outras que quase só eu sei, em vez de fazer um show de musica, por isso , quase sempre de dia para dia no palco tudo muda, eu lembro-me na hora de uma história ao vivo e conto, não tenho regras rígidas de roteiro, eu conto o que me lembrar, se a conversa for para esse lado. Isso é o que mais me diverte……. adoro contar algumas histórias que se relacionam com o que vou cantar, ou não…...


- Comente três canções principais, e porquê as incluiu no repertório, o que significam para você

- Incluí o fado DESFADO porque acho, alias, acho eu e acham milhões de pessoas, que é um fado extraordinário, uma letra absolutamente genial, uma musica alegre, feitas por um novo e grande compositor em Portugal, que é o Pedro da Silva Martins, e cantado pela sensacional Ana Moura, que é uma das grandes novas cantoras de Portugal. Estamos a passar uma fase de altíssimo nível em Portugal de novos cantores, novos compositores, novas aventuras musicais, sempre tivemos um património cultural musical e poético riquíssimo, e lá está, como não falar disso nas entrevistas ??? no palco ?? detesto assuntos redutores e preguiçosos, gosto da criatividade e da novidade possível que se vai renovando, geração atras de geração, e um dia descobrimos que estamos todos a trabalhar no mesmo sentido, as mesmas ideias se cruzam. Entre os artistas as afinidades podem ocorrer a milhares de km de distancia, ou de anos luz, mas cada um acaba por se encontrar, com a sua personalidade bem definida, com milhões de influencias mais ou menos refinadas ou específicas, mas o encontro acontece, e isso é o que move o mundo, é o que faz a diferença e a novidade, é o que exercita a originalidade, o resto não interessa para nada……..

- incluí ESTRANHA FORMA DE VIDA porque a letra é da Amalia Rodrigues, lindíssima, e eu vejo a alma dela nesse poema, e revejo a minha alma também. Fora o lado de muito poucas pessoas saberem no Brasil que a Amalia Rodrigues também escrevia poemas, letras de fados, também era compositora.

- incluí LISBOA NÃO SEJAS FRANCESA, para brincar com a historia dos ciúmes nacionais dos seus artistas, um clássico da personalidade possessiva latina. Por exemplo, no Brasil a Carmen Miranda sofreu imenso com isso, quando foi para Holywood, ela que estava a fazer um trabalho de grande divulgação do Brasil, sofreu bastante no Brasil, ( e era portuguesa….. ), teve de responder cantando uma musica que dizia, "disseram que eu voltei americanizada"…… enfim, e eu própria, que estou nestas viagens entre o Brasil e Portugal ha 35 anos, sempre me trocam as respostas nas entrevistas escritas, tudo se transforma numa explícita preferência minha pelo Brasil, embora eu venha ao Brasil para trabalhar, crescer como artista, e nos meus trabalhos estou sempre a cantar musicas nossas,  ou a falar em Portugal, a divulgar artistas e compositores de Portugal, músicos, poetas..... mas não me dão muitas tréguas……. e em Lisboa, quando a moda era ir para Paris, fizeram esta música LISBOA NÃO SEJAS FRANCESA que resume bem esses sentimentos possessivos generalizados… só rindo…… a letra é um tratado !!

- O SHOW DA SereiA começa com a única musica que não é portuguesa , que se chama MEIA NOITE, de Chico Buarque e Edu Lobo, pois a letra é o resumo de tudo o que eu quero dizer no show, sempre foi uma musica que eu tenho sempre comigo, sempre traduz o que eu sinto, é uma obra prima ! Cantei-a como genérico no programa ATLANTICO, que idealizei e produzi para a RTP em 1998, e que no Brasil passu na TV Cultura em rede Nacional, em 2000, onde reuni aos pares, 13 artistas brasileiros com 13 artistas portugueses, foram 4 meses de exibição semanal, cada programa tinha 50 minutos, onde os artistas conversavam, cantavam sozinhos, e em dueto, era já a busca das afinidades em grande andamento…

Publicado por popogirl às 19:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO