Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Diário Digital hoje Entrevista 21 Nov 2014

Avó, mãe e filha unidas pelos poemas, músicas e ilustrações

 
  • Share

«Conversas com versos», editado pela Porto Editora, é uma obra clássica e pioneira de poesia infantil nacional. O livro, da autoria de Maria Alberta Menéres, é agora reeditado num álbum musical que recria os poemas do livro, canções compostas pela filha da autora, Eugénia Melo e Castro. Mas há mais, já que «Conversas com versos» é ilustrado por Mariana Melo, neta de Maria Alberta Menéres e filha de Eugénia Melo e Castro...

Incluído no Plano Nacional de Leitura e recomendado para o 1º ano de escolaridade, «Conversas com versos» será apresentado em Lisboa no domingo, dia 23 de novembro, às 16:00, na Sala 1 da Fundação Calouste Gulbenkian. A apresentação contará com uma atuação de Eugénia Melo e Castro, que celebra em 2015 os seus 35 anos de carreira na música. Falamos com uma filha e mãe orgulhosa do seu passado e do seu futuro.

Qual a importância de «Conversas com Versos» na sua casa?
Era um livro vivido diariamente, desde que foi escrito,  entrou nas nossas vidas e ficou para sempre , como uma memória de tempos muito bons e muito criativos. Acredito que até hoje muitas e muitas crianças, agora adultos, e outras novas crianças, sentiram e sentirão o mesmo.

O que recorda do livro na sua infância? Qual foi o seu relacionamento com ele?
Eu lembro-me bem da minha mãe a escrever esse livro, muito entusiasmada, eu tinha uns 9 anos, e ela escrevia e mostrava. Foi uma maneira de nos contar histórias, que ela não tinha muita paciência. E assim descobriu a poesia infantil dentro dela.

O que sentiu a filha quando leu o livro escrito pela sua mãe? Nós sabíamos o livro de cor, tudo o que sei de cor é dessa altura. Era imaginativo, criativo e deixava-nos uma sensação de estar a viver aquelas ideias dela, que se traduziam em poesia. Era muito bom e muito alegre.

Como surgiu a ideia deste projeto?
A primeira edição deste livro foi em 1968, e foi pioneiro em Portugal na poesia infantil. Por isso resolvemos relançar o livro, pois a sua poesia é completamente actual, viva, pode-se dizer mesmo muito avançada para a época em que foi escrita. Tem preocupações ambientais, bichinhos, plantas, tudo em perfeita harmonia. A minha mãe faz 85 anos em 2015, e por isso achamos que seria um bom começo das homenagens..... a Porto Editora também aprovou a ideia e estamos juntos a fazer o que Maria Alberta Menéres merece, a ser celebrada e com edições renovadas. Esta é a primeira!

Como é musicar os poemas da mãe e a ver as ilustrações da filha?
É genial! fizemos a três: a minha mãe deu as suas ideias, eu dei as minhas, foi realmente feito a seis mãos. Claro que me senti super responsável pelo produto final, introduzimos as partituras das músicas. Assim, quem quiser ensinar música ou tocar poder usar as nossas músicas. É emocionante ver o trabalho realizado e tão bonito, a base poética é maravilhosa e as ilustrações estão muito emotivas, pois a Mariana é neta única e tem uma relação com a avó que é só delas.....

De certo modo «Conversas com Versos» marcou a literatura infantil nacional. Sentiu alguma pressão por musicar a obra da sua mãe?
Foi complicado transformar os poemas da sua mãe em música? Foi uma enorme responsabilidade, mas tentei fazer tal e qual ela escreveu, com o coração e com a simplicidade que ela coloca sempre em tudo o que faz, um tipo de simplicidade que transforma tudo em especial e diferente, mas sempre acessível.

Esta edição oferece ao leitor algo mais do que as anteriores edições, o CD. Até que ponto esta mais valia é benéfica para o livro em si?
É uma atração a mais, o Cd poderia sair sozinho. Foi gravado de uma forma totalmente independente, profissional, conta com participações especiais de Ney Matogrosso e Lino Krizz, e foi produziodo e gravado com músicos e primeira água, o produtor e músico Eduardo Queiróz, que me acompanha desde o CD Paz, de 2003. Juntos gravámos o Desconstrução em 2006, com o Chico Buarque, o Poportugal, em 2009, e chamamos o virtusos Camilo Carrara, um dos maiores guitarristas e compositores do Brasil e a Nath Calan, que toca Vibrafone, canta e faz percussões, com formação clássica, este disco é todo autentico e super bem gravado. Mas eu preferi fazer esta edição com o Livro + Cd para juntar as linguagens. Temos também os video clips: o primeiro já esta pronto, da canção que o Ney Matogrosso canta, O MEU CHAPÉU / CONSULTA. E esta foi a minha ideia, fazer uma celebração poética, musical e visual. Os poemas são muito musicais, por isso acho que o cd completa o livro!

Qual era a relação da sua filha com o livro?
De muito carinho, ela sempre viu a avó a escrever livros infantis e juvenis e sempre sonhou em poder um dia fazer as ilustrações, pois acompanhava o seu processo criativo ao vivo, que sempre foi uma inspiração para ela.

Como analisa as ilustrações da sua filha?
Acho que são muito criativas e bem pensadas. Ilustrar um livro não é fazer uns bonecos, tem de se entender o texto, e exaltar o que de mais importante o texto quer dizer. Acho muito sensíveis e tecnicamente perfeitas.

Teve alguma opinião final sobre os desenhos ou só viu o resultado final?
Fui vendo, mas meio de longe. A Mariana gosta de trabalhar sozinha no começo, para não se deixar influenciar, mas mãe é mãe e eu tive de respeitar as opções  dela, e não me arrependo. Eu também sou assim, não quero ninguém ao meu lado a dar palpites antes de ter as minhas ideias formadas. Depois deixo, e devo deixar, que me digam depois alguma coisa, me acrescentem, mas o começo é sempre solitário. O processo dela é igual.

O que espera do lançamento no domingo? Haverá novidades? Poderia falar sobre o evento?
Será o lançamento oficial do Livro+CD «Conversas com Versos». Eu vou cantar umas 4 ou 5 musicas de viola e voz, acompanhada por Gabriel Godoi, e será apresentado em estreia o video clip de O MEU CHAPÉU / CONSULTA. É uma honra imensa termos o apoio da Fundação Gulbenkian neste projecto, e isso deve-se ao facto da minha mãe ter ganho em 1986  o Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças “pelo conjunto da sua obra literária e pela manutenção de um alto nível de qualidade”.

Leia outras relacionadas:

Publicado por popogirl às 13:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO