Domingo, 2 de Setembro de 2012

Nath Calan, vibrafone e percussão !! parceira do meu novo disco infantil CONVERSAS COM VERSOS !!!

 

 

 

Nath Calan



 

 

 

         Graduada em Nutrição pela USP e Bacharel em Música – Habilitação em Instrumento (Percussão) pela UNESP, Natali Calandrin Martins estudou com Ricardo Bologna, Elizabeth Del Grande (Escola Municipal de Música), John Boudler, Carlos Stasi e Eduardo Gianesella (UNESP). Percussão popular estudou com Dinho Gonçalves (Souza Lima) e Guello (ULM). É ex-integrante do Grupo PIAP, realizando concertos pelo Brasil e gravações para TV e Rádio. É musicista convidada com freqüência por diversas orquestras, entre as quais: OSUSP, Jazz Sinfônica, Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra da UNITAU (Taubaté) e Sinfônica de Rio Claro. Como camerísta atuou como convidada pelo Percorso Ensemble e Grupo Durum Percussão Brasil, realizando concertos no Brasil e no exterior. Participou de importantes festivais de música e encontros de percussão pelo país, gravando o CD Orquestra Acadêmica do Festival de Campos do Jordão, sob regência Roberto Minczuk. Realizou duas temporadas de espetáculo de música-cênica, chamado “Waltz”, com texto de Nelson Rodrigues e direção de Bira Honorato, com as quais ficou seis meses em cartaz no Tendal da Lapa e Espaço Sátyros 2, com sucesso de público. É responsável por estréias e primeiras audições no Brasil de obras de compositores como Vinko Globokar e Artur Rinaldi. Foi convidada a ministrar masterclass em Catadunva e na Bilbioteca Municipal Cassiano Ricardo (2010) e recém convidada para Concerto Solo de Percussão Cênica na IV Festa do Ritmo e do Som, encontro de Percussão, em Belém. Foi percussionista por um ano da Banda Sinfônica de Cubatão e professora do Projeto BEC (Banda Escola Cubatão). Também foi por um ano professora no Projeto Guri Santa Marcelina. Em 2011 realizou uma turnê pela Europa com o sexteto “Seis com Casca”. Atualmente é timpanista da Orquestra Sinfônica de Santos, sob a regência de Luis Gustavo Petri, percussionista da Orquestra Filarmônica Bachiana, sob a regência de João Carlos Martins e professora de instrumento na Escola Auditório do Ibirapuera. Integra os grupos de música de câmara AUM (especializado em repertório do Edmundo Villani-Cortez) e  “Seis com Casca”.

 

Formação

2000 – Gradua-se Nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP).

2002 – Estuda percussão popular no Conservatório Souza Lima com Dinho Gonçalves, simultaneamente estuda percussão brasileira com Guello na Universidade Livre de Música (ULM) – esses estudos continuam em 2004 e 2005;

2003 – Ingressa no curso de percussão da Escola Municipal de Música, sendo aluna de Elizabeth Del Grande;

2004 a 2008 – Cursa o bacharelado em Percussão da UNESP, sendo aluna de John Boudler,  Carlos Stasi e Eduardo Gianesella.

Festivais e Encontros

 

2003 – Oficina de Música de Curitiba, sendo aluna de Ricardo Bologna; curso de percussão brasileira com Guello no Centro de Estudos Musicais em 2003 e 2002;

2004 – Festival Internacional de Campos do Jordão, sendo aluna de Eduardo Leandro e Ricardo Bologna, 1º. Encontro Internacional de Percussão em Tatuí, tocando com Percoso Emsemble, Primeiro Festival Internacional de Música (FIM) em Belo Horizonte, Sons do Brasil – Primeiro encontro de Música de Câmara em Tatuí, tocando com o PIAP;

2005 – 2º. Encontro Internacional de Percussão, tocando com o PIAP,  também Festival Internacional de Campos do Jordão, sendo aluna de Ricardo Bologna e Eduardo Leandro e  I Festival de Música de Santa Catarina, sendo aluna de Michael Rosen;

2006 – Seminário de Percussão do Instituto de Artes da UNESP, com Ricardo Bologna, Elizabeth Del Grande, Ricardo Righini e Alfredo Lima, Mostra Internacional de Música Cênica do SESC SP e  II Festival de Música de Santa Catarina, sendo aluna de Michael Rosen;

2007 - III Festival de Música de Santa Catarina, sendo aluna de Michael Rosen;

2008 – 1º. Festival Internacional de Percussão Contemporânea da USP.

 

Orquestras e grupos

2004 - Orquestra Sinfônica de São José dos Campos, sob regência de Rogério Santos e Daniel Heavens*; Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, sob regência de Ricardo Bologna*; Orquestra Acadêmica do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, sob a regência de Roberto Minczuk, (*Atuou como musicista convidada), integra Yluynã (grupo de percussão africana e cubana) sob regência de Dinho Gonçalves, Gaia Groove (percussão brasileira), com Miriam Cápua e integrante do PIAP;

2005 – Integrante da Banda Jovem do Estado de São Paulo, sob regência de Mônica Giardini; participa da montagem de Carmina Burana, sob a regência de Sérgio Assunção e integrante do PIAP;

2006 – Academista por todo o ano da Orquestra Sinfônica da USP, sob a regência de Carlos Moreno; realiza trabalhos como musicista convidada no grupo Percorso Ensemble, sob direção de Ricardo Bologna; forma o Duo Êxtase (percussão com música eletrônica) e integrante do PIAP;

2007 – Realiza vários trabalhos com a OSUSP como musicista convidada para cachês, toca com grupos de ópera (montagem de Macbeth, Verdi, regência de Achille Picchi); realiza vários concertos com a Orquestra Sinfônica de Rio Claro, sob a regência de Sérgio Assumpção, (como musicista convidada com essa orquestra realiza trabalhos no período de 2006 a 2009), concertos na Venezuela e no Brasil como musicista convidada do grupo Durum Percussão Brasil e concerto com o PIAP e o Coral da OSESP;

2008 – Aprovada em concurso na Orquestra Sinfônica de Santos, contratada como professora de percussão no Projeto Guri Santa Marcelina, ministrando aulas nos pólos São Matheus e Campo Limpo; atua como musicista na Ópera Eletrônica “O Guarani”, com regência de Fábio Oliveira e DJ Mau Mau; atua como musicista convidada da Orquestra Cameramúsica Funac Unitau, da Universidade de Taubaté, sob regência de Luis Gustavo Petri e Carlos Moreno e realiza inúmeros concertos com a OSUSP, como musicista convidada;

 2009 – Permanece integrando a Orquestra Sinfônica de Santos e como Professora do Guri Santa Marcelina e ingressa também na Banda Sinfônica de Cubatão, produz e atua em um monólogo de música-cênica chamado “Waltz”, com texto Valsa n.6 de Nelson Rodrigues; como suplente em concurso na Jazz Sinfônica, passa também a ser convidada com freqüência para cachês nessa orquestra;

2010Passa a ser timpanista na Orquestra Sinfônica de Santos e é convidada para integrar a Orquestra Filarmônica Bachiana, constantemente convidada para cachês na OSUSP e Jazz Sinfônica, integrante do Grupo AUM e musicista do Pocket Ópera Carmen, viajando pelo estado de São Paulo, direção de Kleber Papa e concepção musical de Luis Gustavo Petri;

2011 – Permanece integrando a Orquestra Sinfônica de Santos e Filarmônica Bachiana  SESI, com freqüência realiza trabalhos com a OSUSP e Jazz Sinfônica e recebe convites para cachê com a Orquestra Municipal de São Paulo e Orquestra Sinfônica de Santo André; convidada para integrar o sexteto “Seis com Casca”, realiza turnê internacional e é convidada para dar aulas de instrumento na Escola Auditório do Ibirapuera.

Publicado por popogirl às 17:02
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO