Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Fundamental

Uma grande notícia essa que se lê abaixo: o disco “Eugénia Melo e Castro canta Vinícius de Moraes” será relançado no Brasil. Esse é um daqueles discos que levarei na sacola para a idílica ilha deserta dos nossos sonhos. Um amor, uma choupana e uns 30 discos para o resto dos meus dias. Não me perguntem como farei para tocá-los. Se a ilha é deserta, por certo não haverá energia elétrica disponível. E as pilhas que levarei na sacola não durarão para sempre, mesmo porque a maresia ajudará a abreviar a vida útil delas. Aliás, quem inventou essa história de ilha deserta e discos preferidos já deveria ter providenciado uma solução.
 
Eugénia gravou esse álbum em 1994, em uma época onde a “Música Prá Pular” brasileira estava no auge. Por isso, os diretores da Som Livre nem acreditaram quando ela disse quais eram as músicas do Vinícius que gravaria. Enquanto esperavam por um repertório da fase Vinícius e Toquinho, ou mesmo das maravilhosas canções da bossa nova, eis que Eugénia aparece com as canções mais líricas do Poetinha, muitas delas anteriores à bossa nova e a um passo além da fase dos sambas-canção. Canções dos meados dos anos 50 até o início dos 60, época que o grande poeta e ainda diplomata extravasava todo o seu lirismo, tendo a acompanhá-lo um pianista e compositor que tocava na noite do Rio de Janeiro, um moço chamado Antonio Carlos Jobim.
 
9 canções das 14 do disco são da dupla Jobim – Vinícius. Clássicos como "Derradeira Primavera", "Chora Coração", "Canção do Amor Demais", "Eu sei que vou te amar", entre outros de mesmo quilate, são intensamente interpretados pela Eugénia. Ela escolheu também 3 canções feitas somente pelo Vinícius ("Valsa de Eurídice", por exemplo, é um primor), tão bonitas que somente a generosidade do poeta seria a explicação para o fato dele não ter continuado a fazer música. Preferiu emprestar a sua poesia para diversos parceiros, músicos notáveis, que puderam então vir à tona na música popular do Brasil. Baden Powell e Edu Lobo são exemplos típicos e estão no disco. Até uma rara e quase desconhecida parceria com o erudito Claudio Santoro, "Amor em Lágrimas", está presente, evidenciando a escolha criteriosa e irretocável feita pela Eugénia.
 
Eu não me arrisco a dizer qual seria o disco mais bonito de Eugénia Melo e Castro. Afinal, são tantos os discos notáveis, que escolher um seria uma injustiça para com os outros. Mas posso dizer que “Eugénia canta Vinícius” é fundamental e especial, não só para a carreira dela, mas também para a própria música do Brasil. A possibilidade de revermos essas músicas cantadas por uma portuguesa, filha de um país de onde herdamos nossa ancestral melancolia, e com uma delicadeza como poucas vezes se viu na musica popular, é uma senha para entrarmos no labirinto do “ser brasileiro”.
 
Outras cantoras homenagearam o Poetinha em 2003, ano em que Vinícius faria 90 anos. Bethânia, Miúcha , por exemplo, lançaram discos com as canções do poeta. No entanto, o disco da Eugénia foi o primeiro em muitos anos a “redescobrir” Vinícius, e apresentá-lo com a sua face mais trágica e apaixonada.
 
Uma outra observação deve ser feita com relação ao disco: o dueto da Eugénia com Tom Jobim na canção “Canta, canta mais” foi uma das últimas gravações do maestro soberano. Tom Jobim morreria em dezembro de 1994.
 
E, levando em consideração o gosto pessoal, acho que a capa do relançamento é mais bonita que a do disco original.
 
Portanto, é hora de aguardar o “Canta Vinícius” e preparar a viagem para um tempo de delicadeza. Tempo que não voltará mais, é bem verdade, mas que ainda pode reviver na alma dos mais sensíveis.
 
Muri Pessoa
 
Publicado por popogirl às 22:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO