Domingo, 16 de Março de 2014

Programa ENSAIO - TV CULTURA São Paulo / com Swami Jr.

Publicado por popogirl às 15:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 1 de Fevereiro de 2014

SHOW- CAIS DE OUTRORA - CASA DE FRANCISCA - SÃO PAULO- 7 DE FEVEREIRO

Publicado por popogirl às 01:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2014

lançamento de 3 livros infantis de Maria Alberta Menéres no Brasil

Publicado por popogirl às 12:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

CLIP PILOTO CD - CONVERSAS COM VERSOS - GENINHA MELO E CASTRO convidado especial NEY MATOGROSSO

Publicado por popogirl às 14:04
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 30 de Setembro de 2013

Revista SÁBADO.pt

AQUI !!!!

 

Publicado por popogirl às 20:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 24 de Setembro de 2013

Obrigada !!!!

Crítica brasileira elegeu cantora portuguesa entre melhores interpretes de Vinicius

 

Eugénia Melo e Castro, uma das cantoras portuguesas mais amadas pelos músicos e pelo público brasileiro acaba de ganhar mais um grande  reconhecimento da crítica brasileira. Quando comemora seus trinta anos de carreira artística, recebe a  menção honrosa da principal revista cultural do Brasil, a Bravo, que em edição especial publica as 100 melhores canções brasileiras de todos os tempos e seus melhores interpretes. Geninha, como é carinhosamente chamada pelos amigos, foi considerada a segunda melhor interprete da famosa canção de Vinicius de Morais “Eu sei que vou te amar”, perdendo o primeiro lugar para o não menos famoso João Gilberto e ficando a frente de uma das musas da bossa nova, Maysa.

 

Para Eugénia este é um dos maiores reconhecimentos que recebeu,  justamente no ano das comemorações do  centenário de Vinícius. A sua leitura concorreu com a versão dos principais nomes da musica popular brasileira como Elis Regina, Roberto Carlos, Gal Costa,  Caetano Veloso, Adriana Calcanhoto, Ivete Sangalo e outros. http://www.youtube.com/watch?v=p1itszpEX60

 

 

A cantora portuguesa agora está a preparar um novo CD com musicas para crianças “Conversas com versos”, musicando os poemas da sua mãe, a escritora e poetisa Maria Alberta Menéres. Para já a cantora adianta que conta com a participação de Ney Matogrosso no tema “Meu Chapéu”. O lançamento está previsto para Outubro.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------
Nº 70 - “Eu Sei que Vou te Amar”

Composers' recording:
- Antônio Carlos Jobim: Tom Canta Vinicius: Ao Vivo;
- Vinicius de Moraes: La Fusa (Maria Creuza, Vinícius de Moraes & Toquinho).

Other definitive versions:
- João Gilberto: João Gilberto ao Vivo: Eu Sei que Vou Te Amar;
- Eugénia Melo e Castro: Eugénia Melo e Castro Canta Vinícius de Moraes;
- Maysa: Tom Jobim por Maysa

 

Publicado por popogirl às 17:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 4 de Setembro de 2013

Release Brasil Shows 2013 / 2014

 

Filha da Escritora Maria Alberta Menéres e do Poeta Experimental Concreto Ernesto Melo e Castro, Eugénia Melo e Castro nasceu na Covilhã, Serra da Estrela, em Portugal.


Com mais de 30 anos de carreira, Eugénia Melo e Castro estabeleceu em sua trajetória profissional parcerias importantes com alguns dos mais consagrados artistas brasileiros, como Tom Jobim, Chico Buarque, Ney Matogrosso, Gal Costa, Adriana Calcanhotto, Caetano Veloso, Milton Nascimento, Wagner Tiso, Francis Hime, Simone, Gonzaguinha, entre muitos outros.


Com uma história composta por trabalhos nos campos do teatro, literatura, televisão, cinema e música –  a portuguesa Eugénia Melo e Castro desenvolveu ao longo de sua carreira uma relação especial com a música brasileira, consagrando-se pioneira em estabelecer ligações musicais e culturais entre Brasil e Portugal.


O diálogo musical  e pessoal da artista com o Brasil nasceu em 1981, quando veio ao Brasil convidar Wagner Tiso para a gravação de seu primeiro disco, “Terra de Mel”. A partir dessse momento, Eugénia desenvolveu uma intensa relação com uma série de artistas brasileiros, que materializa nos trabalhos seguintes e se revela determinante no rumo da sua carreira.


Conquistando cada vez mais espaço em seu país natal e aqui no Brasil a a artista conduziu uma pesquisa profunda da música em ambos os países, estreitando laços musicais e poéticos, e afirmando a sua liberdade criativa em todos os seus discos.


Em 1998 idealiza e produz em  Lisboa o programa de televisão chamado “ATLÂNTICO”, que reunía duplas de cantores e compositores do Brasil e de Portugal. Retransmitido pela TV Cultura no Brasil, o programa contou com a participação de Nelson Motta como apresentador convidado em suas 14 edições. Este programa de televisão ganhou inúmeros prémios em todo o mundo, sendo considerado um dos 50  melhores programas de sempre de televisão em Portugal( 23 lugar ).


Ao longo destes 30 anos de carreira, Eugénia Melo e Castro desenvolveu importantes parcerias autorais e vocais em seus concertos e gravações, trabalhando ao lado de diversos compositores e intérpretes como Tom Jobim, Wagner Tiso, Caetano Veloso, Toninho Horta, Francis Hime, Celso Fonseca, Guto Graça Mello, John Lucien, Gonzaguinha, Vinícius Cantuária, Ney Matogrosso, Milton Nascimento, Chico Buarque, Simone, Carlos Lyra, Paulo Jobim, Gal Costa, Egberto Gismonti, Mário Laginha, António Pinho Vargas, Pedro Caldeira Cabral, Márcio Montarroyos, Zeca Assumpção, Nico Assumpção, Arthur Maia, Paulo Moura, Jaques Morelenbaum, Nelson Ayres, Paulo Bellinati, Fábio Tagliaferri, Swami Jr., Orquestra Brasileira de Cordas, Rio Cello Ensemble, Orquetra Jazz Sinfónico de São Paulo, Camerata Tiso, Jorge Ben Jor, Eduardo Queiróz, Camilo Carrara e Nath Calan.


Eugénia realiza anualmente diversas tourneés pelo Brasil, uma vez que toda a sua imensa discografia foi sendo lançada no Brasil em simultaneo da Europa. ( 25 discos ) ver  discografia em :  http://www.eugeniameloecastro.com


Produzido por Robertinho Brant, o disco “UM GOSTO DE SOL” (2011) foi gravado ao longo de 2 anos em Belo Horizonte, Minas Gerias, Brasil.


Neste novo CD participam Milton Nascimento, Toninho Horta, Wagner Tiso, Túlio Mourão, Chico Amaral e a actriz mineira Debora Falabella.

 Desde 2012, diversos shows de lançamento no Brasil foram realizados, contando com duas apresentações no Sesc Pinheiros em que Wagner Tiso e Flávio Venturini participam como convidados.


O seu outro novíssimo trabalho é pela primeira vez dedicado ao publico infantil, o CD  - CONVERSAS COM VERSOS, baseado no livro homónimo de sua mãe, a escritora Maria Alberta Menéres.


Este disco tem como convidado especial Ney Matogrosso na faixa O MEU CHAPÉU, com lançamento previsto no Brasil ainda para 2013.

Eugénia apresenta assim 2 shows em simultâneo em 2013 / 2014  :



UM GOSTO DE SOL e CONVERSAS COM VERSOS.

 

www.eugeniameloecastro.com

http://poportugal.blogs.sapo.pt

https://www.facebook.com/EugeniaMeloCastroOficial

http://mariaalbertameneres.blogs.sapo.pt

http://www.youtube.com/watch?v=xPD_wWNnzqQ


 

 

Publicado por popogirl às 14:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 2 de Agosto de 2013

Lisboa, 2 de Agosto 2013

Ok, tenho andado distraída, mas como disse o Leminski, distraídos venceremos !! dei uma olhada por este meu blog e tem tantas coisas para trás, tantos momentos, parece um tipo de diário não diário, vai marcando os acontecimentos, algumas ideias, opiniões, graçolas, alguns textos, fotos, eu mesma me surpreendi com alguns posts.......... ainda bem que este blog existe, vou ter de o visitar mais vezes, reler  e actualizar, é um documento muito diferente dos outros todos..........

Publicado por popogirl às 19:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 17 de Maio de 2013

em breve !! novo Cd infantil CONVERSAS COM VERSOS - Eugénia Melo e Castro canta Maria Alberta Menéres

Baseado em poemas infantis de Maria Alberta Menéres, o novo cd tem Ney Matogrosso como convidado especial na música O MEU CHAPÉU !!

 

E tem também 2 participações  especiais de Lino Krizz !!  Neste disco todos os autores e músicos cantam, Nath Calan, Camilo Carrara e Eduardo Queiróz, sendo Eduardo o produtor !!!

 

 

Lançamento no Brasil e em Portugal previsto para Setembro de 2013 !!

 

Jornal    O Globo   no dia 16 de Maio de 2013:

 

Publicado por popogirl às 15:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 14 de Abril de 2013

3 meses depois...........

actualização........ estou em São Paulo, back to basic........ alive...........

 

 

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2013

Um Gosto de Sol !!

Publicado por popogirl às 13:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 13 de Novembro de 2012

4 SHOWS NOV / DEZ em São Paulo

Publicado por popogirl às 20:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 9 de Novembro de 2012

Um gosto de sol !!! por Lauro Lisboa Garcia

Publicado por popogirl às 15:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2012

AGENDA DEZEMBRO- UM GOSTO DE SOL

AGENDA DEZEMBRO- UM GOSTO DE SOL

 

SESC Belenzinho, São Paulo Dia(s) 1 e 2 de Dezembro

 

O novo CD da cantora portuguesa Eugénia Melo e Castro, lançado pelo Selo Sesc, é dedicado à música dos compositores mineiros do 'Clube da Esquina': Milton Nascimento, Wagner Tiso, Toninho Horta, Fernando Brant, Márcio Borges, Ronaldo Bastos, Beto Guedes e Túlio Mourão. Portuguesa, Eugénia Melo e Castro construiu toda a sua carreira gravando também no Brasil, com repertório e músicos brasileiros e se dividindo entre Lisboa (onde mora) e o Brasil.

Publicado por popogirl às 21:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 23 de Outubro de 2012

SHOWS - SESC SOROCABA E SESC SANTOS - Estado de São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por popogirl às 04:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2012

Festa Literária da Leya no Rossio 22 e 23 de Setembro em Lisboa !!!!

Estreia nacional do espectáculo musical para crianças
CONVERSAS COMVERSOS
poemas infantis de
Maria Alberta Menéres
cantados por
Eugénia Melo e Castro
no Festival Literário "Leya no Rossio"
 
Sábado 22 de Setembro - 17h30
Domingo 23 de Setembro - 15h00

Praça do Rossio, Lisboa

Entrada Livre

VENHAM  !!!!


VAI SER MUITO DIVERTIDO!!!

 

 

 


 



Publicado por popogirl às 20:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2012

Festa Literária da Leya no Rossio 22 e 23 de Setembro em Lisboa

O Festival Literário Leya acontecerá na Praça do Rossio e contará com a presença dos autores Luis Fernando Veríssimo, Eduardo Bueno, Zuenir Ventura, Luis Felipe Pondé e Paulo Lins. Também participará, entre outras atrações, Maria Alberta Menéres, uma das mais importantes autoras infanto-juvenis da literatura portuguesa. São dela as letras que sua filha Eugénia Melo e Castro cantará em um concerto criado especialmente para o Festival. In Brasil/ Portugal Agora.

Publicado por popogirl às 04:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 15 de Setembro de 2012

DISCO NOVO + SHOWS

Publicado por popogirl às 05:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 2 de Setembro de 2012

about Mariana Melo

 

Mariana Melo

 

Formação

 

1999/01 public art + cenografia | la cambre | bruxelas

1997/99 fotografia + desenho | ar.co | lisboa

2004/05 design gráfico + ilustração | le 75 | bruxelas

 

//// Divulgação + relações públicas

 

2011 filme cisne de teresa villaverde | alce filmes | lisboa

 

//// Performer

 

2002/10 idiz bogam | fashion shows 􀀐 cabarets burlescos | bruxelas􀀐amsterdam

2007/09 jurassic pump | colectivo arty􀀐electro􀀐rap | bruxelas􀀐paris

 

//// Gerente

 

2007/08 idiz bogam | loja de moda vintage de luxo | rue danseart | bruxelas

2005/07 le pain quotidien | padaria table d’hôte | lepoutre | bruxelas

2008/10 le petit canon | bar de vinhos | lesbroussart | bruxelas

2001/03 usagexterne 􀀐 galeria dos jovens artistas do ministério da cultura 􀀐 communauté française | bruxelas

 

//// Coordenação + produção + direcção artística

 

2008/10 applause | grupo pop rock | bruxelas􀀐paris

2007/09 mobile institute | colectivo de artistas + espaço de exposições hotel noailles | bruxelas

fondation pour les arts | publicação “guide de l'art contemporain en belgique 􀀐 2009” | bruxelas

2007 cafe central | catálogo monográfico“no transpassing” | 5 publicações | bruxelas

2008 prémio de pintura fundação ariane de rothschild | tour&taxis | bruxelas

 

//// Ilustradora

 

2010 livro infantil | camufilda, a história de + uma princesa | edições leya | portugal

2008/10 convites | le petit canon | bar de vinhos | lesbroussart | bruxelas

code/multi | le comptoir du livre | liege

 

 

//// Comissária

 

exposições colectivas

 

 

it’s about time | winkelhaak design center | antwerpen

2009 auction by sotheby’s benefiting code magazine | blackbox | bruxelas

2008 out of office |  colecção frac paca + iac 􀀐 espace eurorégion alpes􀀐méditerranée | bruxelas

2006 code/strate | festival de arte pública maiis | bruxelas

2005 code/zero | bains::connective | bruxelas

2006/07 exposições monográficas | 16 exposições | code/buro | bruxelas

 

 fundadora + editora + developement manager

//// projet curatorial code | codemagazine.be

 

 

code magazine

code/buro

revista semestral gratuita de arte contemporânea | 10 publicações | international

espaço de exposições | recyclart | bruxelas

 

2005/10

2006/07 coordenadora bélgica | coordenação internacional : filipa oliveira

 

 Gerente do artshop + assistente de produção galleria

 

 Exposições colectivas: drill baby ! drill !! + don’t ask me to dance

 

 

//// Produção jornalistica

 

2011/12 correspondente da actualidade politica e económica de portugal

jornal japonês the ashai shimbun | lisboa􀀐paris􀀐londres

 

 

//// Assistente administrative

 

2011/12 atelier Fernanda Fragateiro | lisboa

 

Publicado por popogirl às 18:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

SHOWS ROSSIO FESTA DA LEYA - 22 E 23 DE SETEMBRO 2012

RELEASE   do   SHOW  

 

 “CONVERSAS COMVERSOS”

 

POEMAS INFANTIS    DE

 

MARIA ALBERTA MENÉRES

 

CANTADOS      POR

 

EUGÉNIA MELO E CASTRO

 

 

 

 

HORÁRIOS DO SHOWS NA FESTA DA LEYA NO ROSSIO

 

SÁBADO, 22 de SETEMBRO, às 17h30

 

DOMINGO, 23 de SETEMBRO, às 15h

 

 

 

 

EUGÉNIA MELO E CASTRO VAI APRESENTAR AO VIVO, EM ESTREIA NACIONAL, O SEU MAIS NOVO TRABALHO MUSICAL, POEMAS DA ESCRITORA MARIA ALBERTA MENÉRES, SUA MÃE, QUE AGORA SE TRANSFORMARAM EM CANÇÕES INFANTIS.

 

A ESCOLHA DOS  14 POEMAS  MUSICADOS CAIU SOBRE O PRIMEIRO LIVRO DE POESIA INFANTIL  DE MARIA ALBERTA MENÉRES - COMVERSAS COM VERSOS , ESCRITOS NUM FOLEGO SÓ, EM 1968, CONSIDERADO UM BEST SELLER INFANTIL SEM PRECENDENTES, LIVRO ESSE EDITADO E RE-EDITADO INÚMERAS VEZES, PERTENCENDO AGORA À BIBLIOTECA MARIA ALBERTA MENÉRES DA EDITORA ASA / LEYA EDITORA.

 

ESTE ESPECTÁCULO ESTÁ INTEGRADO NA GRANDE FESTA DA LEYA NO ROSSIO, QUE TERÁ LUGAR NOS DIAS 22 E 23 DE SETEMBRO.

 

ESTA FESTA DO GRUPO EDITORIAL LEYA PROPORCIONARÁ ENCONTROS, PALESTRAS, LANÇAMENTOS E APRESENTAÇÕES DE AUTORES BRASILEIROS EM PORTUGAL E DE ESCRITORES PORTUGUESES LANÇADOS NO BRASIL PELO GRUPO.

 

MARIA ALBERTA MENÉRES TEM JÁ DOIS LIVROS SEUS EDITADOS NO BRASIL PELA LEYA, FIGURAS FIGURONAS E CAMÕES O SUPER HERÓI DA LÍNGUA PORTUGUESA, CONSIDERADOS LIVROS ESSENCIAIS, NUM JÁ GRANDE CONJUNTO DE OBRAS EDITADAS PELA LEYA BRASIL,  QUE PRETENDEM ALARGAR HORIZONTES LITERÁRIOS ENTRE OS DOIS PAÍSES.

 

PREVISTO ESTÁ TAMBÉM O LANÇAMENTO NO BRASIL DESTE SEU LIVRO CONVERSAS COM VERSOS, EM CONJUNTO COM O DISCO, QUE AGORA SERÁ APRESENTADO NESTA FESTA DA LEYA NO ROSSIO, EM LISBOA.

 

GENINHA MELO E CASTRO APRESENTA-SE  AO VIVO ACOMPANHADA DE EDUARDO QUEIRÓZ, PRODUTOR, COMPOSITOR  ( JUNTOS GRAVARAM 3 DISCOS DE EUGÉNIA : PAZ - 2003, DESCONSTRUÇÃO - 2006, POPORTUGAL - 2007,)  SENDO ESTE DISCO INFANTIL UMA PRODUÇÃO EM PAUTA ATIVA DESDE O INÍCIO DA SUA PARCERIA MÚSICAL.

 

ALÉM DE EDUARDO QUEIRÓZ NA PROGRAMAÇÃO, TECLADOS E GUITARRA, ESTARÃO TAMBÉM EM PALCO OS EXTRAORDINÁRIOS MUSICOS BRASILEIROS CAMILO CARRARA : VIOLAS, CAVAQUINHO E GUITARRAS, E NATH CALAN :VIBRAFONE PERCUSSÕES E VOCAIS.

 

A PROGRAMAÇÃO VISUAL, CENÁRIO E FIGURINO, ESTÃO A CARGO DE MARIANA MELO, NETA DE MARIA ALBERTA MENÉRES, E QUE ASSINA TAMBÉM  A CAPA DO CD, E AS NOVAS ILUSTRAÇÕES DA EDIÇÃO BRASILEIRA DE CONVERSAS COM VERSOS.

 

SERÁ UMA HOMENAGEM HÁ MUITO SONHADA A MARIA ALBERTA MENÉRES, QUE ESTARÁ PRESENTE NA PLATEIA NOS DOIS ESPECTÁCULOS NO ROSSIO, PROVÁVELMENTE COM A BISNETA MIA, DE 2 ANOS, NO COLO........

 

ESTE CD SERÁ LANÇADO NO BRASIL PELO SELO SESC/ SP  EM CO-PRODUÇÃO COM A LEYA,  E ESTARÁ A VENDA EM PORTUGAL NO FINAL DE NOVEMBRO DE 2012.

 

ESTE DOIS SHOWS INFANTIS  SERÃO AS  PRIMEIRAS APRESENTAÇÕES AO VIVO  DESTE NOVO TRABALHO MUSICAL DE EUGÉNIA MELO E CASTRO.

 

 

Links dos músicos :

 

www.eugeniameloecastro.com

 

www.animamusic.com.br/home.html - EDUARDO QUEIRÓZ

 

 

http://poportugal.blogs.sapo.pt/   - NATH CALAN

 

http://www.cantareira.br/website/index.php?option=com_content&task=view&id=201&Itemid=1  - CAMILO CARRARA

 

 

 

 

 

SERVIÇO : SHOW INFANTIL “CONVERSAS COM VERSOS”

 

EUGÉNIA MELO E CASTRO canta  MARIA ALBERTA MENÉRES

 

LOCAL – PRAÇA DO ROSSIO,   LISBOA,    FESTA LITERÁRIA DA LEYA NO ROSSIO

 

DIAS : 22 DE SETEMBRO ÀS 17h e 30 – SÁBADO

            23 DE SETEMBRO  ÀS 15h -  DOMINGO

 

 

 

 

 

Publicado por popogirl às 17:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Nath Calan, vibrafone e percussão !! parceira do meu novo disco infantil CONVERSAS COM VERSOS !!!

 

 

 

Nath Calan



 

 

 

         Graduada em Nutrição pela USP e Bacharel em Música – Habilitação em Instrumento (Percussão) pela UNESP, Natali Calandrin Martins estudou com Ricardo Bologna, Elizabeth Del Grande (Escola Municipal de Música), John Boudler, Carlos Stasi e Eduardo Gianesella (UNESP). Percussão popular estudou com Dinho Gonçalves (Souza Lima) e Guello (ULM). É ex-integrante do Grupo PIAP, realizando concertos pelo Brasil e gravações para TV e Rádio. É musicista convidada com freqüência por diversas orquestras, entre as quais: OSUSP, Jazz Sinfônica, Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra da UNITAU (Taubaté) e Sinfônica de Rio Claro. Como camerísta atuou como convidada pelo Percorso Ensemble e Grupo Durum Percussão Brasil, realizando concertos no Brasil e no exterior. Participou de importantes festivais de música e encontros de percussão pelo país, gravando o CD Orquestra Acadêmica do Festival de Campos do Jordão, sob regência Roberto Minczuk. Realizou duas temporadas de espetáculo de música-cênica, chamado “Waltz”, com texto de Nelson Rodrigues e direção de Bira Honorato, com as quais ficou seis meses em cartaz no Tendal da Lapa e Espaço Sátyros 2, com sucesso de público. É responsável por estréias e primeiras audições no Brasil de obras de compositores como Vinko Globokar e Artur Rinaldi. Foi convidada a ministrar masterclass em Catadunva e na Bilbioteca Municipal Cassiano Ricardo (2010) e recém convidada para Concerto Solo de Percussão Cênica na IV Festa do Ritmo e do Som, encontro de Percussão, em Belém. Foi percussionista por um ano da Banda Sinfônica de Cubatão e professora do Projeto BEC (Banda Escola Cubatão). Também foi por um ano professora no Projeto Guri Santa Marcelina. Em 2011 realizou uma turnê pela Europa com o sexteto “Seis com Casca”. Atualmente é timpanista da Orquestra Sinfônica de Santos, sob a regência de Luis Gustavo Petri, percussionista da Orquestra Filarmônica Bachiana, sob a regência de João Carlos Martins e professora de instrumento na Escola Auditório do Ibirapuera. Integra os grupos de música de câmara AUM (especializado em repertório do Edmundo Villani-Cortez) e  “Seis com Casca”.

 

Formação

2000 – Gradua-se Nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP).

2002 – Estuda percussão popular no Conservatório Souza Lima com Dinho Gonçalves, simultaneamente estuda percussão brasileira com Guello na Universidade Livre de Música (ULM) – esses estudos continuam em 2004 e 2005;

2003 – Ingressa no curso de percussão da Escola Municipal de Música, sendo aluna de Elizabeth Del Grande;

2004 a 2008 – Cursa o bacharelado em Percussão da UNESP, sendo aluna de John Boudler,  Carlos Stasi e Eduardo Gianesella.

Festivais e Encontros

 

2003 – Oficina de Música de Curitiba, sendo aluna de Ricardo Bologna; curso de percussão brasileira com Guello no Centro de Estudos Musicais em 2003 e 2002;

2004 – Festival Internacional de Campos do Jordão, sendo aluna de Eduardo Leandro e Ricardo Bologna, 1º. Encontro Internacional de Percussão em Tatuí, tocando com Percoso Emsemble, Primeiro Festival Internacional de Música (FIM) em Belo Horizonte, Sons do Brasil – Primeiro encontro de Música de Câmara em Tatuí, tocando com o PIAP;

2005 – 2º. Encontro Internacional de Percussão, tocando com o PIAP,  também Festival Internacional de Campos do Jordão, sendo aluna de Ricardo Bologna e Eduardo Leandro e  I Festival de Música de Santa Catarina, sendo aluna de Michael Rosen;

2006 – Seminário de Percussão do Instituto de Artes da UNESP, com Ricardo Bologna, Elizabeth Del Grande, Ricardo Righini e Alfredo Lima, Mostra Internacional de Música Cênica do SESC SP e  II Festival de Música de Santa Catarina, sendo aluna de Michael Rosen;

2007 - III Festival de Música de Santa Catarina, sendo aluna de Michael Rosen;

2008 – 1º. Festival Internacional de Percussão Contemporânea da USP.

 

Orquestras e grupos

2004 - Orquestra Sinfônica de São José dos Campos, sob regência de Rogério Santos e Daniel Heavens*; Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, sob regência de Ricardo Bologna*; Orquestra Acadêmica do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, sob a regência de Roberto Minczuk, (*Atuou como musicista convidada), integra Yluynã (grupo de percussão africana e cubana) sob regência de Dinho Gonçalves, Gaia Groove (percussão brasileira), com Miriam Cápua e integrante do PIAP;

2005 – Integrante da Banda Jovem do Estado de São Paulo, sob regência de Mônica Giardini; participa da montagem de Carmina Burana, sob a regência de Sérgio Assunção e integrante do PIAP;

2006 – Academista por todo o ano da Orquestra Sinfônica da USP, sob a regência de Carlos Moreno; realiza trabalhos como musicista convidada no grupo Percorso Ensemble, sob direção de Ricardo Bologna; forma o Duo Êxtase (percussão com música eletrônica) e integrante do PIAP;

2007 – Realiza vários trabalhos com a OSUSP como musicista convidada para cachês, toca com grupos de ópera (montagem de Macbeth, Verdi, regência de Achille Picchi); realiza vários concertos com a Orquestra Sinfônica de Rio Claro, sob a regência de Sérgio Assumpção, (como musicista convidada com essa orquestra realiza trabalhos no período de 2006 a 2009), concertos na Venezuela e no Brasil como musicista convidada do grupo Durum Percussão Brasil e concerto com o PIAP e o Coral da OSESP;

2008 – Aprovada em concurso na Orquestra Sinfônica de Santos, contratada como professora de percussão no Projeto Guri Santa Marcelina, ministrando aulas nos pólos São Matheus e Campo Limpo; atua como musicista na Ópera Eletrônica “O Guarani”, com regência de Fábio Oliveira e DJ Mau Mau; atua como musicista convidada da Orquestra Cameramúsica Funac Unitau, da Universidade de Taubaté, sob regência de Luis Gustavo Petri e Carlos Moreno e realiza inúmeros concertos com a OSUSP, como musicista convidada;

 2009 – Permanece integrando a Orquestra Sinfônica de Santos e como Professora do Guri Santa Marcelina e ingressa também na Banda Sinfônica de Cubatão, produz e atua em um monólogo de música-cênica chamado “Waltz”, com texto Valsa n.6 de Nelson Rodrigues; como suplente em concurso na Jazz Sinfônica, passa também a ser convidada com freqüência para cachês nessa orquestra;

2010Passa a ser timpanista na Orquestra Sinfônica de Santos e é convidada para integrar a Orquestra Filarmônica Bachiana, constantemente convidada para cachês na OSUSP e Jazz Sinfônica, integrante do Grupo AUM e musicista do Pocket Ópera Carmen, viajando pelo estado de São Paulo, direção de Kleber Papa e concepção musical de Luis Gustavo Petri;

2011 – Permanece integrando a Orquestra Sinfônica de Santos e Filarmônica Bachiana  SESI, com freqüência realiza trabalhos com a OSUSP e Jazz Sinfônica e recebe convites para cachê com a Orquestra Municipal de São Paulo e Orquestra Sinfônica de Santo André; convidada para integrar o sexteto “Seis com Casca”, realiza turnê internacional e é convidada para dar aulas de instrumento na Escola Auditório do Ibirapuera.

Publicado por popogirl às 17:02
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 19 de Agosto de 2012

Pontes Sonoras

Pontes Sonoras, Revista Brasileiros

Marcelo Pinheiro

 

Entre julho e outubro de 1981, a jovem cantora portuguesa Eugénia Melo e Castro recebeu o brasileiro Wagner Tiso em Lisboa, para assinar a direção musical de seu primeiro álbum, Terra de Mel. Acompanhado dos irmãos Kleiton e Kledir, que dividiram violões e guitarras, o maestro mineiro fechou a equipe que registraria o álbum com o baixista Luís Duarte e o flautista Luís Caldeira, ambos portugueses. Reunindo composições de Kleiton com letras de Eugénia – que é filha da escritora Maria Alberta Menéres e do poeta E.M. de Melo e Castro –, Terra de Mel foi celebrado pela imprensa local como um dos mais importantes títulos de 1982 e o marco zero de uma carreira dedicada a estabelecer pontes musicais entre Brasil e Portugal.

 

Trinta anos depois, em Um Gosto de Sol, seu 25o álbum, a cantora presta tributo ao Clube da Esquina, movimento musical liderado por Milton Nascimento e Lô Borges, eternizado em canções emblemáticas, como Nada Será Como Antes, Um Girassol da Cor do Seu Cabelo,  O Trem Azul e Tudo Que Você Podia Ser.

 

A escolha do repertório mineiro para celebrar as três décadas de carreira, reflete a estreita relação de Eugénia e a geração de Tiso, que reuniu compositores e instrumentistas brilhantes, como Milton, Lô e todo o clã dos Borges, Beto Guedes, Flávio Venturini, Fernando Brant, Ronaldo Bastos e Toninho Horta, amigos com quem Eugénia até hoje compartilha afinidades musicais, melódicas e algo mais: “Nasci na Covilhã, na Serra da Estrela, e cresci imaginando como seria a vida além-montanha. Essa coisa de dar força à linha do horizonte é uma sensação que os mineiros também têm. Acho que toda criatividade represada e a energia contida em um único lugar, deu nisso”, defende ela.

 

Além de clássicos registrados no disco de estreia do Clube, como Cais e Um Gosto de Sol, o novo álbum, lançado pelo selo SESC com produção e arranjos requintados de Robertinho Brant, traz 12 canções, algumas delas lado B, como Luz e Mistério, composta por Beto Guedes e Caetano Veloso; Vaga no Azul, poema de Fernando Pessoa musicado por Milton; e O Cerco, parceria de Eugénia com Tiso. Reverente, o álbum é marcado por uma contenção da emissão vocal e traz arranjos impregnados da atmosfera etérea do piano elétrico Fender Rhodes, presente em muitas faixas: “Queria fazer algo que respeitasse a sonoridade dos jovens mineiros e não pretendia propor novidades harmônicas. Essas canções foram escritas de forma definitiva e acho que consegui trazer uma linguagem que defende essa tradição”.

 

Falando em tradições lusitanas, questionada sobre o atual cenário musical em Portugal, Eugénia se diz otimista, mas lamenta a falta de um impulso renovador de grandes proporções. “Milhões já tentaram modernizar o fado, mas ninguém conseguiu encontrar ‘a coisa’. Surgem novas cantoras com uma nova postura, roupas coloridas, longe do estereótipo do xale preto, mas ainda estamos à espera de alguém que invente ou descubra uma espécie de bossa nova para o fado.”

Publicado por popogirl às 23:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 1 de Agosto de 2012

my QR CODE

Publicado por popogirl às 11:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 13 de Junho de 2012

Folha de S. Paulo

Publicado por popogirl às 01:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 5 de Junho de 2012

Um gosto de sol, Revista JGNews

Produzido e arranjado por Robertinho Brant, o disco “Um gosto de sol” conduz a cantora Eugénia Melo e Castro pelas melhores esquinas de um velho clube das Gerais. Um belo exemplo de boas escolhas, certos riscos e total criatividade. Com participações de Milton, Wagner Tiso, Toninho Horta e Túlio Mourão, Eugénia desfila os clássicos mineiros com categoria e sotaque moderno. “Luz e... mistério” (Beto Guedes e Caetano Veloso) é o mais fundamentado exemplo dessa doce receita. Outro achado é “Sol de Primavera” (Beto Guedes e Ronaldo Bastos) em levada de flauta e teclados mellotrom e guitarra de Guilherme Monteiro. “Cais” (Milton e Bastos) impressiona  pela estranheza na lentidão, plenamente recuperada no belo dueto de Tiso e Eugénia em “O cerco”. Uma viagem sonora de saveiros que sai do Tejo para alcançar belos horizontes, sem dúvida.

Márcio Paschoal, Revista JGNews Maio/Junho 2012.

Publicado por popogirl às 00:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 28 de Maio de 2012

Folha de São Paulo - 26 de Maio - Carlos Calado

Publicado por popogirl às 20:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 17 de Maio de 2012

Revista BRASILEIROS - Maio 2012

Publicado por popogirl às 01:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 9 de Maio de 2012

Hoje na FOLHA DE SÃO PAULO

Publicado por popogirl às 16:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 6 de Maio de 2012

Cesta de Música, Rádio CBN

Publicado por popogirl às 02:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 4 de Maio de 2012

CANTO DE ULTRAMAR - por Aquiles Rique Reis, músico e vocalista do MPB4

A portuguesa Eugénia Melo e Castro lançou UM GOSTO DE SOL (SESC-SP). Afinadíssima, sua voz soa como um fio envolto em ouro puro. Seu sotaque revela as diferentes nuances nos laços de familiaridade. Portugal e Brasil, nações mãe e filha, um oceano de distância, ajuntados pelo gesto que busca a proximidade através do reconhecimento de afinidades.

Partindo da ideia de buscar nas canções do lendário Clube da Esquina mineiro a chama que avivaria sua voz suave, chegando à definição de repertório, tudo navega em mar de almirante. Músicas marcantes e bastante conhecidas ganharam nova força na interpretação dessa brasileira nascida em Portugal. Ou seria uma portuguesa nascida no Brasil?

Pela voz de Eugénia Melo e Castro, a música brasileira assume sua face lusitana e a canção portuguesa avoca para si o som da brasilidade – como se clareando que fado e samba são consanguíneos. Minas Gerais e Lisboa unidas na mesma carta geográfica.

Eugénia sabe a música brasileira; por isso, mesmo com sotaque, ela canta “em brasileiro”. Suas divisões têm um jeitinho bossanovista encantador e tudo resulta na alegria de vermos que temos diante de nós uma cantora do mundo – como se fosse uma Nara Leão rediviva.  

Com produção e arranjos do violonista Robertinho Brant, tudo começa com a música que dá título ao álbum, “Um Gosto de Sol” (Milton Nascimento e Fernando Brant). Com efeitos sonoros que vão do órgão ao Fender e à guitarra, a introdução tem a fineza que se anuncia como marca do trabalho. O violão chega junto com a voz de Eugénia. A percussão ritma. O baixo acústico marca. E vem o intermezzo, réplica daquele criado por Eumir Deodato e gravado originalmente no LP Clube da Esquina Nº 1 (1972). Show.

Em “Fruta Boa” (Milton e Fernando), a letra do poeta tem a candura que Eugénia só faz aguçar. Mais uma vez os teclados dão ao ar a leveza de sua graça.

“Cais” (Milton e Ronaldo Bastos) começa com a letra recitada por Eugénia, versão ultramarina de rap. Logo ela dobra a melodia, cantando uma oitava abaixo. Quase sussurrando, diz a letra com rara beleza. Os instrumentos aconchegam-na com recatada deferência. Volta o tema criado por Eumir Deodato, agora solado na flauta. Sobre ele, Eugénia recita “A Hora Absurda”, de Fernando Pessoa. Emocionante.

Eugénia recria o fado “Maldição” (Alfredo Duarte e A. Vieira Pinto), dando-lhe um vigor de tirar o fôlego. Com efeitos de guitarra e teclado, mais a percussão, o arranjo tem uma dinâmica pop que dá ímpeto de aplaudir em cena aberta.

Ainda que, em alguns momentos, a mixagem permita que o som instrumental equivalha-se à voz de Eugénia, dificultando seu entendimento, Um gosto de sol é pleno de lirismo e de significados, refletindo o dom que tem Eugénia Melo e Castro de transpor limites.

Na lembrança ancestral, traduzida em versos pelos poetas, a dor se mistura à busca incessante pela fantasia. E, na idealização de romper fronteiras, busca na música o instrumento que poderá realizá-la.

Aquiles Rique Reis, músico e vocalista do MPB4, página Cultura do Jornal Diário do Comércio

Publicado por popogirl às 05:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ouça aqui

EMAIL/ CONTACTOS/ SITE OFICIAL

eugeniamc@sapo.pt http://www.eugeniameloecastro.com

Bem Querer / Futuros Amantes


Veja mais vídeos aqui!

AVISO AOS NAVEGANTES :

ESTE BLOG É (TAMBÉM) UMA BASE DE DADOS ACTUALIZADOS SOBRE EUGÉNIA MELO E CASTRO. DESTINA-SE AO REGISTO DE ENTREVISTAS, MATERIAIS DE IMPRENSA, MÉDIAS, MP3, VIDEOS, MATERIAL DE PESQUISA, BIOGRAFIA, HISTÓRIAS, OPINIÕES, CRÓNICAS, FOTOS, DATAS, AUTORES, MÚSICOS ENVOLVIDOS, ASSUNTOS RELACIONADOS, DEPOIMENTOS, LINKS RELACIONADOS, AGENDA DE SHOWS, ACTUALIZAÇÃO DE ACTIVIDADES, LANÇAMENTOS E RELANÇAMENTOS DE CDs, DVDs, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS, GRAVADORAS, DIREITOS AUTORAIS, LETRAS, CONVIDADOS ESPECIAIS, ONDE, COMO E QUANDO.

Arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO